Escrever de Graça ou Não? - O Primeiro Conflito do Roteirista Iniciante.



Um dos primeiros conflitos de todo escritor iniciante é dosar o quanto você deve fazer de graça e a hora de dizer basta e começar a cobrar pelo seu trabalho.


A profissão de roteirista no Brasil é muito mal vista. Muitos acham que é fácil, que é só sentar e escrever uma historinha, mas poucos se dão conta que por trás disso existem décadas de estudo e dedicação para dominar os elementos narrativos e contar uma boa história. Com isso, é muito comum aparecerem produções relativamente grandes, com verba, as vezes até campanhas publicitárias buscando roteirista de graça. Alguns acham que é um trabalho tão banal que nem vale a pena pagar por isso.


Isso é frustrante e é o suficiente para desanimar grande parte dos que se aventuram por essas águas. Então o que fazer quando pintarem essas “oportunidades” de “parceria?


Em primeiro lugar, o roteirista empreendedor pensa na própria carreira e nos passos que vai tomar na direção de suas metas e uma das ferramentas principais de todo roteirista é um portifólio matador. Um conjunto de obras que demonstram todo o seu potencial como roteirista.


Eu trabalhei muitos anos como fotógrafo e para ingressar no mercado eu tive que, antes de tudo, investir no meu próprio portifólio. Além de oferecer ensaios grátis para amigos e parentes que tem um ciclo social grande, eu corri atrás de parcerias. Uma das áreas que eu queria trabalhar era com fotografia de moda, por isso, juntei os primeiros ensaios que fiz de graça para conhecidos e fiz contato com uma loja da minha cidade por e-mail. Me apresentei como fotógrafo e dise que tinha uma proposta de parceria. Um lookbook completo da nova coleção da loja que eu iria produzir, de graça, para meu próprio portifólio. Tudo que pedi em troca, foi que eles remunerassem as modelos, meninas que eu já tinha fotografado antes.


Marcamos uma reunião e conheci os donos da loja, ue gostaram da proposta, no final, eles concordaram em pagar as modelos com vale compras da loja e todos ficaram felizes. As meninas, que não eram profissionais adoraram o dia de modelo que tiveram e as fotos foram usadas para o lançcamento oficial da coleção da grife aquele ano. Com um único investimento de minha parte no meu próprio portifólio eu me tornei um fotógrafo de moda publicado e usei aquele trabalho para abrir outras portas na área.


Ao meu ver, você deve investir o tanto que você precisa para montar seu portifólio. O importante é que você tenha o controle dos projetos que decide investir.


Um roteirista profissional deve ter a mão, a qualquer hora, um portifólio com pelo menos um longa, um piloto de TV original e um spec script. Com esses três trabalhos, você está pronto para mostrar ao mercado que domina as formas narrativas do cinema e da TV, e que consegue criar um conteúdo original, bem como reproduzir um conteúdo que já existe. Esse portifólio deve ser refeito todos os anos, para se manter atual, ou seja, A menos que você tenha trabalhos constantes durante o ano que possam ser usados para vender seus trabalhos futuros, terá que fazer pelo menos esses três investimentos na sua própria carreira a cada ano.


E quando alguém me procura proponto uma parceria? Nesse caso, você deve avaliar todos os fatores com cuidado.

  • Quem está propondo a parceria? Essa pessoa tem um histórico? Já produziu ou entregou alguma coisa antes?

  • Eles estão comprometidos com a produção? Se você escrever o roteiro, o filme vai mesmo sair do papel?

  • E o principal: Você vai poder tirar proveito desse trabalho ou usá-lo para o seu portifólio?


Assim você decide se dve ou não investir seu tempo e trabalho.


Mas nada de vestir a carapuça do roteirista vitimista, aquele que só reclama da situação e não faz nada para mudar. Muitos acham que vão ficar ricos e famosos com o primeiro trabalho. Isso é uma grande ilusão. Vejo todos os dias, pessoas que sonham em se tornar profissionais, mas que desperdiçam oportunidades pelo simples fato de se sentirem injustiçadas. Acham que vão ser exploradas e que outros querem tirar vantagem do seu trabalho.


O roteirista empreendedor só investe naquilo que ele acredita, naquilo que ele sabe que vai poder colher frutos depois, mesmo que estes frutos sejam indiretos, mas ele não queima pontes e nem fecha portas. Lembre-se que as pessoas que buscam por parceria, muitas vezes são exatamente como você, pessoas que estão investindo o próprio suor e criatividade na esperança de criar algo que outras pessoas vão gostar.


É preciso ter em mente também que o seu primeiro trabalho não vai te dar dinheiro. Os seus primeiros trabalhos servem para te apresentar ao mercado, para construir seu público e esse deve ser o foco inicial do roteirista iniciante.


Uma vez que você já tenha investido em um portifólio, sempre que alguém lhe pedir para escrever algo de graça como teste, educadamente mande uma amostra do seu portifólio e diga que este é o seu trabalho. Se a pessoa gostar, vai te contratar, se não, paciência, não era o tipo de cliente que você queria mesmo.


Mas se você está começando e ainda não tem nome nem portifólio, nada de se revoltar, exigindo pagamento pelos primeiros trabalhos. Busque parcerias que vão te ajudar a montar o portifólio que você busca e invista em você mesmo. Procure pessoas que queiram a mesma coisa que você quer. É assim que você vai fazer seus primeiros contatos no mercado.


E pra finalizar, seja sempre gentil e legal com todos. A pessoa que você escrotizou hoje, pode estar em uma posição de controle no futuro, nunca se sabe. Para evitar qualquer coisa do tipo, seja cortês e educado, SEMPRE

O MELHOR PONTO DE PARTIDA

PARA NOVOS ROTEIRISTAS

Contato

Av. Bernardo Vieira de Melo, 2143 lj 07 

cxpst 023, Jaboatão dos Guararapes-PE

54410-010

roteiristaempreendedor@gmail.com

© Copyright 2015 Roteirista Empreendedor

Labonia Photo & Video LTDA 16.722.838/0001-29

Todos os produtos e serviços online são entregues imediatamente.

www.roteiristaempreendedor.com

Contato Imprensa e Apoio - roteiristaempreendedor@gmail.com

  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram