ROTEIRISTA

EMPREENDEDOR

Desenvolvendo seu Primeiro Spec Script



Se você tem dúvidas com relação ao que é um spec Script, leia esse post que explica em mais detalhes o que é um Spec. Mas trata-se de um roteiro de uma série existente que você escreveu sem ser remunerado pra isso.


A função principal do Spec, é mostrar suas habilidades de reprodução de um conteúdo com estrutura e formato definido. É através do Spec que você mostra para a produtora que domina a linguagem usada por ela em determinada série


Mas quais são os elementos principais para se prestar atenção quando se escreve um Spec Script? Pra começar, você pode dividir os Spec scripts em duas categorias: Dramas de uma hora (House, Game of Thrones, Once upon a Time, Supernatural, Arquivo-X) e comédias de meia hora (Friends, Big Bang Theory, Two Broke Girls). Escolha sabiamente o gênero e formato que mais se adequa ao seu estilo. Ele pode também ser uma obra Episódica (CSI) ou uma obra seriada (Game of Thrones). Comedias de meia hora, geralmente são episódicos, ou seja, cada episódio funciona individualmente.


Antes de iniciar na escolha do seriado, pesquise tudo o que conseguir sobre o seriado na internet. Existem sites especializados onde você pode baixar roteiros de praticamente todas as séries existentes. O site Drew Script o Rama é um banco de dados de roteiros para cinema e TV. Outros sites como o IMSDB também oferecem roteiros originais para leitura e download, mas só de longas.


Baixe quantos roteiros você conseguir por as mãos, mas é importante lembrar que para termos de desenvolvimento de spec, você NUNCA deve usar o Piloto da série como referência. Normalmente, no piloto, os personagens ainda estão em sua forma bruta, e tudo ainda está sendo testado em termos de narrativa. Escolha episódios da segunda, ou terceira temporada, onde os personagens já estão estabelescidos, bem como o tom da série.


Posicione seu episódio entre episódios já existentes, ou entre temporadas. NUNCA use episódios da temporada atual, busque sempre episódios da última temporada, ou no máximo entre o finale e a premiere da temporada seguinte. Dessa forma, você já sabe o que aconteceu antes e depois do seu episódio e vai poder estruturar sua trama de acordo.


Não mate personagens principais. Como roteirista de TV, não cabe a você decidir a vida e a morte dos protagonistas da série, por isso, nada de matar o Arrow no seu Spec ou coisas que possam ter impacto no decorrer da temporada. Seu episódio deve ser autossuficiente, um episódio com começo, meio e fim.


Por fim, reproduza o estilo narrativo do roteiro. Se o roteirista original da série usa muitas onomatopéias, use-as. Se ele escreve com um formato mais solto, adote esse formato. Domine as nuances dos personagens, a forma dos diálogos e a estrutura de atos. Reproduza a página de capa exatamente como ela deve ser. No final, seu roteiro não deverá ser diferenciado de um roteiro padrão daquela série.


Meu primeiro spec foi de Arrow, seriado da CW e do produtor Mark Guggenheim. Posicionei meu episódio entre a segunda e terceira temporada e formatei de forma idêntica aos roteiros originais. O meu episódio, chamado de “Broken Family” explora a relação familiar entre Oliver e Thea Queen depois da morte de sua mãe, Moira.


Agora vem uma pegadinha, um detalhe importantíssimo que com certeza vai fazer toda a diferença no futuro de seus specs: NUNCA MANDE SEU SPEC PARA A PRODUTORA DO SERIADO ORIGINAL. Vou explicar o porquê.


Quando você escreve um spec de Arrow, o único lugar que você NÃO pode mandar esse roteiro é para a própria produtora de Arrow. Isso porque eles são legalmente proibidos de receber e ler roteiros não solicitados, por isso, se você mandar, seu spec vai ser deletado, ou provavelmente acabar no lixo.


Isso acontece porque a produtora não quer correr o risco de acidentalmente ler um spec semelhante a algo que eles já vem desenvolvendo, ou de ler e inconscientemente se inspirar nele para escrever outra coisa, enfim. Eles não querem correr o risco de serem processados.


Por isso, quando você escreve um Spec de Big Bang Theory, você deve mandar aquele Spec para a produção de outro seriado de comédia de meia hora, algo similar. Dessa forma eles podem ler sem medo, e se eles gostarem, pode ser o primeiro passo para sua vaga de Staff Writer.


Em casos de Fellowships, como as da Universal, CBS e HBO, a coisa muda de figura. Nesse caso, você pode SIM escrever um spec de um seriado da casa. Isso porque as Fellowships são processos seletivos de emprego, ou seja, tudo o que você criar lá dentro vai ser de propriedade do studio e o objetivo do programa é desenvolver conteúdo original para a casa.


Além disso, existem festivais e concursos internacionais de specs, muitos deles com premiações em dinheiro. Um excelente exemplo disso é a competição de Spec Scripts de Cannes, onde roteiristas do mundo todo podem inscrever seus specs em um dos festivais mais prestigiados do mundo.


Escrever um spec por ano, além de lhe manter atualizado com o mercado de TV atual, te torna um storytreller mais eficiente. O Spec é uma ferramenta para o seu sucesso profissional, use-o sabiamente, inscreva-o em festivais. Um Spec premiado vale muito mais do que os outros. Sem contar que escrever Specs é uma das coisas mais divertidas de se fazer como roteirista. É o momento em que você tem a oportunidade de brincar com os brinquedos daquela criança rica que tem tudo.


O Portal Filmfreeway dispõe de listagens de concursos e festivais e lá você pode buscar festivais que aceitam specs e começar a distribuir o seu trabalho dentro da indústria. Da uma conferida.


Keep writing.

O MELHOR PONTO DE PARTIDA

PARA NOVOS ROTEIRISTAS

Contato

Av. Bernardo Vieira de Melo, 2143 lj 07 

cxpst 023, Jaboatão dos Guararapes-PE

54410-010

roteiristaempreendedor@gmail.com

  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram

© Copyright 2015 Roteirista Empreendedor

Labonia Photo & Video LTDA. - www.roteiristaempreendedor.com

Contato Imprensa e Apoio - roteiristaempreendedor@gmail.com