ROTEIRISTA

EMPREENDEDOR

As 5 Mentiras sobre a Profissão de Roteirista

01.04.2016

 

Pra comemorar o primeiro de Abril, resolvi fazer um post especial com as principais mentiras sobre a profissão de roteirista!

 

 1. VOU FICAR RICO COM MEU PRIMEIRO ROTEIRO

 

Essa é talvez a mais famosa das mentiras que acreditamos no início da carreira. Talvez porque, nas faculdades, nos cursos de roteiro, ninguém te prepara para o que vem DEPOIS. Partem do pré-suposto que um bom roteiro se vende sozinho, e que com esse filme você vai ser reconhecido artistica e financeiramente. É quase uma regra entre os roteiristas profissionais, que seus primeiros CINCO ROTEIROS servem apenas como aprendizado, como uma forma do roteirista encontrar sua própria voz e seu próprio estilo. Acreditar nessa mentira pode fazer com que você desista depois de perceber que as portas não se abriram pra você. Além do mais, é quase uma CERTEZA, que se você continuar escrevendo e evoluindo como roteirista, daqui a um ano você vai se envergonhar daquele primeiro roteiro. Isso é normal

 

2. ROTEIRISTA TRABALHA EM CASA

 

Errado. Ao contrário do que muitos pensam, o roteirista não fica em casa escrevendo e enviando textos por e-mail enquanto sua conta bancária engorda junto com ele. Escrever é apenas parte da profissão. O resto do trabalho é feito na rua, nos eventos, nos festivais, fazendo networking e divulgando seu trabalho. Ninguém vai descobrir você dentro de casa. Você deve por a cara a mostra, e conhecer gente da área. Mais cedo ou mais tarde você vai conhecer a pessoa certa.

 

3. ROTEIRISTA NAO PRECISA SABER NADA DE PRODUÇÃO

 

Essa eu já cansei de ouvir. Como se o roteirista fosse uma entidade divina, que apenas escreve de dentro de seu castelo e os súditos que se virem para interpretar seus desejos. O roteirista que não entende de produção, que não sabe quanto custa filmar um roteiro, vai estar fadado a assistir o mercado do lado de fora. Quando o roteirista recebe um birefing de uma produtora, o briefing vai vir com direcionamentos ou limitações. Por exemplo: “Um filme com protagonista feminina entre 40 e 50 anos, com não mais do que três personagens secundários e com o limite de 6 locações.”. Cada ator custa dinheiro, cada locação, cada diária, cada cena que o roteirista escreve pode ser contabilizada em dólares, e se o roteirista não tiver a mínima noção de como uma produção funciona, nunca vai sair do lugar.

 

4. O ROTEIRISTA E DONO DAS HISTORIAS

 

Isso não é tanto uma mentira, e sim um mal-entendido. O roteirista independente, aquele que escreve sem ganhar nada, esse sim, é dono e detentor de TODOS os direitos daquele roteiro. O problema, é que uma vez que o roteiro é VENDIDO, os direitos trocam de mãos. Imagine que você vende um carro, assina um recibo e recebe o dinheiro, o carro deixou de ser seu. Você não tem mais direito algum sobre o veículo e embora o seu nome como roteirista vai estar para sempre atrelado aquele roteiro, como se fosse metadata, a partir do momento que você aceita o cheque, você vendeu um produto. O roteiro agora pertence a produtora e ela faz o que bem entender com ele.

 

5. ROTEIRISTA DE VERDADE DEVE TER FILMES PRODUZIDOS

 

Sempre que alguém pergunta “Se você é roteirista, como eu nunca vi um filme seu?”, um roteirista cai morto em algum lugar do mundo. Isso porque as pessoas falham em enxergar o quadro total do mercado audiovisual. Enquanto no Brasil, o mercado é inexistente, nos países da América do Norte, onde se produz conteúdo em escala industrial o mercado é super-saturado. Isso significa que 90% do que os roteiristas profissionais escrevem nunca vê a luz do dia. E não é por falta de qualidade. As vezes o studio resolveu arquivar o projeto por tempo indeterminado, talvez o timing tenha mudado, a produtora tem novas prioridades, o dinheiro está curto, enfim, são infinitos motivos pelos quais um roteiro não chega em fase de produção. Isso não significa que alguém não foi pago para escrever aquilo. O roteirista é pago para criar as histórias para a produtora. O que a produtora vai fazer ou deixar de fazer com a história não é problema dele. Escreveu, recebeu, partiu pro próximo. Não existe tempo para “mimimi.”

 

Espero que tenham gostado e reflitam sobre todas as verdades e mentiras sobre a profissão. Para mais dúvidas, fique sempre ligado no Roteirista empreendedor no Facebook e no Youtube. Adquira já a versão digital do livro Roteirista Empreender - O Guia Prático de Roteiro de Cinema, a venda no blog, na Amazon e no Clube de Autores.

Please reload

O MELHOR PONTO DE PARTIDA

PARA NOVOS ROTEIRISTAS

Contato

Av. Bernardo Vieira de Melo, 2143 lj 07 

cxpst 023, Jaboatão dos Guararapes-PE

54410-010

roteiristaempreendedor@gmail.com

  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram

© Copyright 2015 Roteirista Empreendedor

Labonia Photo & Video LTDA. - www.roteiristaempreendedor.com

Contato Imprensa e Apoio - roteiristaempreendedor@gmail.com