ROTEIRISTA

EMPREENDEDOR

Por que Estudar Roteiro no Exterior?

21.04.2016

 

Muita gente acredita que estudar roteiro no exterior é uma coisa impossível e descartam logo a possibilidade antes mesmo de explorar as opções. Eu sei porque passei por essa situação há dois anos, quando resolvi que o mercado brasileiro não bastava para mim. Eu queria mais. Sempre quis. Sonhava em chegar em Hollywood, mas todo mundo com quem eu comentava esse sonho achava que eu era louco. Torciam o nariz ou desdenhavam o meu sonho logo de cara.

 

Quando somos crianças, sempre crescemos ouvindo que podemos ser qualquer coisa que quisermos. O céu é o limite. A medida que vamos crescendo, as opções vão diminuindo. De repente o papo muda. Você não pode mais ser o que quiser, pois a sociedade já escolheu por você as profissões "boas" antes mesmo que você pudesse ter maturidade para escolher. Logo os pais chegam para o jovem ou pré adolescente e diz: você não pode mais fazer o que quiser. Você deve escolher entre essas quatro coisas. Acho que o meu "problema" é que eu nunca escutei quando os outros diziam que eu não podia. EU sabia o que queria e ninguém ia me dizer que eu não podia. Se fosse pra fracassar, eu queria descobrir sozinho.

 

Eu escutei falar no nome da Vancouver Film School pela primeira vez quando fui assistir a Distrito 9 no cinema.  Depois do filme, cheguei em casa e fui correndo pesquisar quem era aquele diretor que caiu nas graças do Peter Jackson no seu primeiro longa. Coloquei o nome do Neil Bloomkamp no Google e descobri que ele tinha uma história muito mais inspiradora do que eu imaginava. Neil é o mais famoso aluno da VFS e a escola é repleta de pôsters autografados de Distrito 9, Elysium e Chappie. 

 

Mas voltando a minha própria história, Assim que li a história de Neil, fiz meu dever de casa e comecei a pesquisar. Queria saber  segredo para o seu sucesso. Ele chegou aonde eu gostaria de chegar, e isso me mostrou que não era impossível, como todos me diziam. Se Neil conseguiu sair da Africa do Sul para a VFS e de lá para o mundo, porque não eu?

 

Para encarar esse desafio, eu sabia que não poderia haver dúvidas na minha cabeça. Eu tinha que estar comprometido 100%, do contrário eu já estaria fadado ao fracasso antes mesmo de começar. Se eu não tivesse certeza, eu sabia que nunca conseguiria convencer os outros de que eu era capaz. Por isso eu pensei bem, se era isso que eu queria. O pensamento não demorou muito, já que eu não consigo me imaginar fazendo outra coisa. Entre arriscar o meu sonho e me contentar com pouco, eu escolhi arriscar.

 

Uma empreitada desse nível não vem de graça e nem custa barato. Eu tive que buscar opções que facilitariam a minha ida, mas em momento nenhum eu me iludi, achando que ia ser fácil. Eu sabia que ia ter que comer o pão que o diabo amassou, mas eu estava disposto e hoje, se eu pudesse voltar atrás e dar um único conselho para o jovem Bill, seria "Vá em frente, não desista que tudo isso vai valer a pena."

 

Eu sempre fui empreendedor, nunca quis ser funcionário de ninguém, bater ponto. Sempre sonhei em ser autônomo, ou então empresário. Por isso comecei a trabalhar como fotógrafo profissional. Os negócios melhoraram, e investi em abrir meu próprio estúdio fotográfico. O estúdio começou a dar certo e eu passei a produzir pequenos vídeos e comerciais. mesmo com a empresa indo bem, eu não conseguia me imaginar fazendo aquilo para o resto da vida. Aquilo para mim era apenas um degrau na escada, um que eu deveria passar para chegar aonde eu queria.

 

Depois de dois anos de funcionamento, estava na hora de dar o próximo passo. E esse passo foi vender o carro, os equipamentos, fechar a empresa e me mudar para o Canadá. Foi assustador, mas eu tenho a sorte de ter uma esposa que sempre me apoiou e que topou na hora a empreitada.

 

Apesar de ter ganho uma bolsa para estudar na VFS, eu sabia que me manter no canadá seria difícil. A rotina é bem puxada, sem contar que Vancouver é uma das cidades mais caras do mundo para se viver. Mesmo com uma ajuda de custo da escola, viver um ano em vancouver vai custar mais ou menos 14 mil dolares por pessoa/por ano. Uma média de 1200 dolares por mês, isso se você não se importar em dividir apartamento com outros estudantes, e abrir mão de baladas e festas para se focar nos estudos. Tudo isso é muito importante, pois você precisa estar focado no curso se quiser se destacar.

 

E esse era meu espírito quando pisei na VFS. Estava disposto a não ser apenas mais um. Não estava lá para sair pra beber e nem pra passear. Fui porque estava decidido a ser um dos melhores da minha turma. Queria destaque, queria mostrar para a escola que valia a pena investir em mim. 

 

Durante meu tempo na VFS, eu conheci todos os tipos de pessoas. Muitas dessas pessoas estavam felizes e satisfeitas só por estarem ali. Já eu, continuava com a mesma mentalidade de antes: apenas mais um degrau. Hoje, muitos dos meus colegas de VFS estão de volta a estaca zero, enquanto eu venci Cannes 4 meses depois do fim do curso. Isso não diz que eu sou melhor do que ninguém, mas isso mostra que eu me esforcei mais, e que eu batalhei mais do que os outros. E por isso eu sou muito orgulhoso.

 

Se você não estiver disposto a investir tudo nos seus sonhos, ninguém mais vai. vejo muita gente que reclama, esperando ajuda de alguém. NÃO faça isso. Não espere ajuda de ninguém. Se você quer, trabalhe, faça por merecer. Queira mais do que os outros que, em tempo, você atinge seus objetivos. Nada nessa vida vem fácil. Ninguém vence na vida por modo de favores. Quem cresce na base de favores, logo cai quando mostra que não tem capacidade para estar ali. Chegar lá é difícil. Se manter lá é mais difícil ainda.

 

Eu não posso falar muita coisa das outras escolas, falo da VFS pois foi lá onde eu estudei e foi graças ao que aprendi lá, que hoje posso colher os frutos. Não pense que o sucesso vai vir de mão beijada, e nem espere que vai ser barato. Mas para colher o sonho, você deve plantar esforço e trabalho. Deve investir seu tempo, seu dinheiro e sua sanidade. Deve dar o seu sangue e suas lágrimas, pois quando as lagrimas secam, não lhe resta outra opção a não ser sorrir.

 

Não ligue para quem diz que é loucura, pra quem diz que você não tem capacidade. Eu já ouvi tudo isso e se tivesse dado importância, não estaria aqui hoje.

Please reload

O MELHOR PONTO DE PARTIDA

PARA NOVOS ROTEIRISTAS

Contato

Av. Bernardo Vieira de Melo, 2143 lj 07 

cxpst 023, Jaboatão dos Guararapes-PE

54410-010

roteiristaempreendedor@gmail.com

  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram

© Copyright 2015 Roteirista Empreendedor

Labonia Photo & Video LTDA. - www.roteiristaempreendedor.com

Contato Imprensa e Apoio - roteiristaempreendedor@gmail.com