ROTEIRISTA

EMPREENDEDOR

Lidando com Agentes e Empresários

17.06.2016

 

Um dos maiores desafios que o roteirista iniciante vai enfrentar é a busca por representação. Agentes hoje em dia estão tão ocupados tentando vender os roteiros de seus roteiristas estabelecidos que têm pouco tempo para lidar com iniciantes.

 

Some isso ao fato de que o mercado de hoje está dando pouco espaço para roteiros originais. Principalmente aqueles que foram escritos de forma especulativa. Estúdios trabalham em cima de criação de audiências, por isso, o mercado atual investe muito mais em adaptações e remakes que já possuem uma fanbase considerável.

 

A realidade do mercado, é que revelar novos roteiristas está mais difícil do que nunca. Os agentes aumentam suas chances de negociar roteiros empurrando o trabalho de seus clientes mais experientes.

 

Empresários (managers) são diferentes. No geral, enquanto os agentes vão focar em tentar conseguir trabalho para você, o empresário vai focar em desenvolver você como profissional.  Já ouviu falar da história do empresário que encontrou um talento bruto e o transformou em um superstar? Pois bem, esse é o objetivo do empresário.

 

Eles estão dispostos a investir tempo e esforço "moldando" roteiristas iniciantes para transformá-los em máquinas de fazer dinheiro. Eles lhe darão conselhos e direcionamento de carreira, feedback profissional nos seus roteiros e ainda vai lhe ajudar a reescreve-los.

 

Agentes, se não gostarem do seu roteiro, eles provavelmente não vão falar nada. Se um cliente recusar um roteiro seu, o Agente provavelmente vai deixar de mandar seu trabalho. Ninguém quer ficar queimado no mercado por enviar roteiros de segunda categoria.

 

Um empresário é um bom caminho para o roteirista iniciante. Eles normalmente sabem o que o mercado precisa, e se verem potencial em você, com certeza vão querer tirar proveito disso. Por outro lado, eles são ocupados e o tempo deles vale muito. Se eles não enxergarem potencial, ou se não sentirem confiança em você, eles o descartam e partem para buscar o próximo candidato.

 

Quando a coisa funciona, você consegue vender seus roteiros, talvez até ser contratado por um seriado de TV. Nesse dia, qualquer agente vai ficar mais do que feliz em receber 10% de comissão por todos os seus trabalhos. Na hora em que você se transformar em uma commodity, tenha certeza, Agentes e Empresários farão de tudo para fazer o máximo de dinheiro com a sua carreira quanto possível.

 

Mas o que agentes e empresários procuram? Eles querem roteiristas capazes de escrever em nível profissional. Seus primeiros roteiros provavelmente não passarão no filtro. Roteiristas capazes de aceitar críticas de profissionais mais experientes e consultores e capazes de incorporar esse feedback com sucesso em seu roteiro, são os que chegarão ao sucesso. Aqueles incapazes de abrir mão de suas cenas ou personagens favoritos, provavelmente vão ficar para trás.

 

Agentes e empresários buscam roteiristas que entendam o mercado, que tenham sensibilidade comercial. Roteiristas comprometidos com sua profissão a longo prazo. Eles não querem investir tempo em um roteirista por alguns meses, ou anos, apenas para ele desistir quando a coisa ficar difícil, e acredite, vai ficar.

 

Eles vão avaliar os roteiristas que têm mais paixão pelas suas carreiras. Muitos roteiristas pensam equivocadamente que seus primeiros roteiros estão prontos para serem vendidos, produzidos e que vão fazê-lo rico e famoso. Quando percebem que isso não vai acontecer, ficam frustrados e acabam desistindo.

 

Na realidade, é muito mais fácil impressionar um produtor com um roteiro e com isso conseguir espaço para oferecer outros roteiros, ou até mesmo aceitar uma idéia do produtor e escreve-la. É muito importante que você saiba logo de cara, que isso pode demorar anos para acontecer. É um comprometimento com a carreira e com o que você busca realmente de sua profissão.

 

Eles também buscam roteiristas que sintam-se confortáveis em uma sala, que saibam discutir história, formato e estrutura com os produtores. Roteiristas que sabem fazer pitch e vender sua idéia. Aqueles que são bons no papel e ruins na sala, também vão ficar para trás.

 

E como você aborda um agente ou empresário? Bom, primeiro de tudo, você tem que se destacar da multidão. Tem que se fazer ser visto e ouvido, e essa parte do trabalho só depende de você. Não basta apenas escrever um roteiro, você deve formar a sua própria platéia, criar seu próprio público, gerar um buzz participando de festivais e concursos, acumulando prêmios. Poste sua logline em sites especializados, como o Inktip ou Blacklist.

 

Produza uma cena de seu roteiro e poste no youtube. Consiga atores e diretor interessado em produzir o projeto e suas respectivas cartas de intenção. Quando seus roteiros começarem a ter resposta positiva em festivais, quando você tem atores e diretor atrelados ao projeto, vai ser muito mais fácil chamar a atenção de um agente ou empresário. Lembre-se disso: Você deve ser capaz de mostrar que é capaz de fazer dinheiro SOZINHO, porque é assim que eles vão ter interesse em pegar carona e tirar a parte deles. Eles sabem que um roteirista apaixonado e dedicado, uma hora ou outra vai chegar lá e eles são especialistas em aproveitar todas as oportunidades para ganhar dinheiro.

 

Quando eu comecei, eu não tinha empresário, tampouco um agente. O que eu tinha era um histórico de boas posições em festivais e um bom rendimento na faculdade. Um amigo me indicou para o dono de uma produtora, que me convidou para me oferecer um trabalho escrevendo uma idéia que ele já tinha. Assim eu comecei a desenvolver o piloto da série "AMOR". 

 

Eu vendi o piloto para a produtora e eles se asseguraram de garantir que eu escreva o restante da série, de 13 episódios que será oferecida a Netflix. Fui pago, e agora tudo depende deles. Pouco depois, um de meus textos foi premiado no Cannes Screenplay Contest, foi quando essa produtora me indicou para outra empresa, que me contratou para desenvolver um MOW (Filme da semana).

 

Quando um trabalho começa a puxar outro, significa que sua carreira está começando a engrenar. Hoje eu tenho um empresário, uma assessora de imprensa e algumas reuniões já marcadas com agentes em Vancouver. Mas não foi fácil chegar até aqui. Foram mais de 10 anos de luta e insistência, estudando, aprendendo e levando porrada. E as porradas não pararam. Essa semana fui desclassificado em um festival de roteiro cujo prêmio era 25 mil dólares. Sabe o que eu fiz? Bola pra frente. Novo projeto, novos horizontes, novas perspectivas. É preciso ter a pele grossa para não se abalar com a rejeição. é preciso entender e aprender com os obstáculos. Ou você consegue o que você quer, ou você aprende com a situação. De qualquer forma, você vence.

 

E pra finalizar, nunca envie um roteiro sem antes ter pelo menos um feedback profissional de um roteirista experiente. CLIQUE AQUI para saber mais sobre o serviço de Script Doctor do Roteirista Empreendedor.

Please reload

O MELHOR PONTO DE PARTIDA

PARA NOVOS ROTEIRISTAS

Contato

Av. Bernardo Vieira de Melo, 2143 lj 07 

cxpst 023, Jaboatão dos Guararapes-PE

54410-010

roteiristaempreendedor@gmail.com

  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram

© Copyright 2015 Roteirista Empreendedor

Labonia Photo & Video LTDA. - www.roteiristaempreendedor.com

Contato Imprensa e Apoio - roteiristaempreendedor@gmail.com