ROTEIRISTA

EMPREENDEDOR

Estudando Roteiro no Exterior

06.01.2016

 

Quem me acompanha pelo Facebook e pelo grupo Roteiristas Independentes sabe um pouco da minha história. Passei por muitas escolas de cinema, mas hoje estou aqui para falar um pouco do curso de roteiro da Vancouver Film School, onde comecei a me especializar no ano passado.

 

Quando morava no Brasil, sonhava sempre com a oportunidade de studar e me especializar no exterior, e como minha área é cinema comercial, Hollywood e adjacências sempre foi o meu alvo número um. Foi com esse espírito, que em um dia de 2014 eu entrei no site da VFS para pesquisar sobre o curso de roteiro. Naquela época era um sonho distante, o valor, 28 mil dolares por um ano de curso era proibitivo para a minha realidade, mas como sonhar não faz mal, eu preenchi o formulário pedindo por mais informações do curso.

 

Recebo o telefonema na mesma semana da representante brasileira da VFS perguntando se eu tinha interesse no curso. Expliquei a minha situação e disse que interesse eu tinha, mas que não tinha condições de bancar o curso. Ela então me ofereceu a oportunidade que iria mudar a minha carreira. Me falou das vagas de bolsas que a VFS disponibiliza todo ano e naquele ano tinham 10 vagas destinadas a toda a América Latina. Ela perguntou se eu tinha interesse em participar e eu topei na hora.

 

As semanas seguintes eu passei traduzindo os roteiros que já tinha e desenvolvendo o roteiro que seria o meu pasaporte para a VFS. As especificações eram simples: curta de no máximo 15 páginas com pelo menos três personagens falantes. Escrevi, revisei e mandei tudo o que eu tinha, desde curtas da faculdade, até roteiros que eu tinha escrito pra eu mesmo produzir.

 

Os meses seguintes foram quietos. Eu continuei seguindo a minha vida, achando que a essa altura o resultado já tinha saído e que eu tinha ficado de fora. Já tinha feito as pazes com essa ideia, já que pra mim era um longo tiro no escuro. No entanto, coisa de dois meses depois ela me liga de novo com a notícia. Eu havia ganho uma das vagas para o curso de roteiro. Pra mim, que nunca tinha ganho nem rifa de escola na vida, foi uma surpresa. A única exigência: eu teria que estar em Vancouver pronto para começar as aulas dentro de três meses.

 

Pra quem já conhece a burocracia de viajar para o exterior sabe que três meses é muito pouco tempo para planejar uma mudança desse nível. Teria que fechar a minha empresa, vender o carro, equipamentos e tudo o que eu havia conquistado profissionalmente para investir em uma oportunidade única, dessas que não aparecem duas vezes na vida.

 

Eu passei a vida toda ouvindo que isso ou aquilo era impossível. Até mesmo especialistas em imigração com quem eu conversei falavam que ganhar uma bolsa para estudar no canadá era praticamente impossível devido a concorrência. Eu mesmo não acreditava que poderia acontecer, e hoje eu estou aqui, trabalhando com o que eu gosto e fazendo aquilo que eu estudei a vida toda para fazer.

 

A moral da história é nunca se acomodar. De longe, tudo parece impossível, mas se você se mexer e der o primeiro passo tudo pode acontecer. Você precisa ter foco, saber oq ue quer e o que é preciso fazer pra chegar até lá. O caminho é difícil, mas acreditando e dando um passo de cada vez a gente chega lá.

Please reload

O MELHOR PONTO DE PARTIDA

PARA NOVOS ROTEIRISTAS

Contato

Av. Bernardo Vieira de Melo, 2143 lj 07 

cxpst 023, Jaboatão dos Guararapes-PE

54410-010

roteiristaempreendedor@gmail.com

  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram

© Copyright 2015 Roteirista Empreendedor

Labonia Photo & Video LTDA. - www.roteiristaempreendedor.com

Contato Imprensa e Apoio - roteiristaempreendedor@gmail.com