Ancine estuda impor cota de programação brasileira para a Netflix.



A Agência Nacional do Cinema pretende regulamentar o uso da Netflix e Youtube no Brasil para impor uma cota de tela para produtos brasileiros nas plataformas de Vídeo sob Demanda.


A notícia vem sido recebida com bons olhos pelos produtores de conteúdo brasileiros, já que isso significa mais demanda de produção, mais editais e mais oportunidades, mas do outro lado, há quem veja isso como uma atitude do governo de tentar abocanhar mais dinheiro das empresas de entretenimento.


Mas politicagens a parte, assim como a Lei da TV paga teve impacto positivo na produção de conteúdo de conteúdo nacional, a Ancine espera que a nova proposta surta o mesmo efeito nas plataformas de VOD e que incentive novas modalidades de produção nacional. A nova lei pretende reservar 20% do conteúdo da plataforma para produções nacionais, sob pena de suspensão e até banimento da Netflix no país.


A justificativa é que a Netflix hoje tem o faturamento superior a grande parte das emissoras de TV aberta e isso acaba preocupando o governo, que não pode perder uma oportunidade de tirar uma fatia do bolo.


E você? O que acha? Você acha que a atitude do governo em taxar a Netflix é justa? Acha que é mais um intervencionismo estatal para arrecadar dinheiro as custas dos outros? Acha que a medida vai facilitar a vida do produtor brasileiro? Deixe sua opinião e curta nossa fanpage.

O MELHOR PONTO DE PARTIDA

PARA NOVOS ROTEIRISTAS

fd11_Banner_220x220.jpg