ROTEIRISTA

EMPREENDEDOR

Devo colocar minha visão política no meu roteiro?

28.10.2017

 Essa semana um cliente me perguntou se eu achava que ele devia colocar a visão política dele no roteiro, e vendo que hoje em dia tudo virou política, achei apropriado refletir um pouco mais do que isso.

 

na época que fui crítico de cinema, um dos primeiros conselhos que recebi e nunca mais esqueci:

 

"Evite se posicionar muito no texto, senão você só atrai quem concorda com você."

 

Na época, isso parecia estranho. Por que eu não iria querer que meus seguidores concordassem comigo? Não é pra isso que nós blogamos?  Pra dialogar com gente que compartilha da nossa visão?

 

Mas tempos depois entendi o que ele quis dizer. me posicionando eu me conecto com quem concorda comigo, mas acabo alienando a outra metade que discorda. Para um produtor de conteúdo isso pode - ou não - ser problemático, dependendo da sua expectativa de público. 

 

Eu não vou entrar na questão do que é melhor ou pior, porque são dois caminhos diferentes, depende do tipo de artista que você quer ser. Você prefere ter um nicho pequeno porém fiel de seguidores ou você prefere levar o seu conteúdo para o grande público? Não existe resposta errada aqui. São dois caminhos igualmente válidos e depende inteiramente de você. Se você prefere se posicionar e deixar que seus roteiros expressem as suas visões políticas e ideais, vá em frente. Hollywood faz isso desde sempre. o cinema americano é poderoso desse jeito justamente por causa da propaganda. Mas se você é o tipo de roteirista que gosta de plantar perguntas e deixar que o público se posicione, mete bronca!

 

Mas é preciso entender que cada escolha tem uma consequência.

 

Hoje em dia, grande parte do público espera que você se posicione, pra definir de que "lado" você está e tentar se manter navegando entre esquerda e direita pode ser um desafio e você corre o risco de ser chamado de "isentão", ou de ser comparado aqueles artistas que fogem de pergunta política como o diabo da cruz. A boa notícia é que com criatividade é possível sim atingir o grande público sem ser engolido pelos "ralos" da esquerda e da direita.

 

Por outro lado, Ao se posicionar, você veste consigo toda a conotação positiva e negativa daquele grupo com o qual se identifica, o que vai fazer com que você, imediatamente, não só seja ignorado, mas odiado pelo lado oposto. O lado positivo é que se você for bom o suficiente você pode se tornar uma voz dentro do grupo a qual pertence.

 

Nenhum conteúdo está livre de julgamentos. Seja qual for o seu lado, o outro sempre vai encontrar algo para reclamar e é impossível agradar todo mundo. mesmo quando você escreve algo sem nenhum teor político, o público vai dar um jeito de te encaixar em uma categoria. Isso está além do seu controle. Sendo assim, escreva aquilo que melhor vá servir a sua história. Seja parcial ou não, essa é a beleza da liberdade de expressão.

 

Mas eu quero saber o que você pensa. Como você escolhe abordar os seus textos? Deixe um comentário e curta nossa fanpage.

Please reload

O MELHOR PONTO DE PARTIDA

PARA NOVOS ROTEIRISTAS

Contato

Av. Bernardo Vieira de Melo, 2143 lj 07 

cxpst 023, Jaboatão dos Guararapes-PE

54410-010

roteiristaempreendedor@gmail.com

  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram

© Copyright 2015 Roteirista Empreendedor

Labonia Photo & Video LTDA. - www.roteiristaempreendedor.com

Contato Imprensa e Apoio - roteiristaempreendedor@gmail.com