ROTEIRISTA

EMPREENDEDOR

O Caminho do Autor

04.01.2018

 

Jussara Nunes pergunta:


Gostaria de saber se existem técnica específicas para autores independentes - que querem publicar material na amazon, por exemplo.

 

Todo roteirista é um contador de histórias acima de tudo e todo. Um bom storyteller consegue contar uma história em qualquer mídia ou formato. Portanto, eu acho mais do que lógico que um roteirista use sua habilidade para ganhar um dinheiro extra vendendo livros. Afinal de contas, para um roteiro virar filme existe um longo caminho, mas um livro já é o produto final em si mesmo. Com ele você pode ganhar dinheiro amanhã.

 

Como a Jussara apontou, a Amazon é um excelente canal para começar a ganhar dinheiro com suas histórias. Essa é a pura essência do empreendedor. Transformar idéias em produtos. A grande questão aqui é: O quanto você confia no seu produto? o quanto você confia em você mesmo? Você está disposto a colocar a cara a tapa e o livro a venda?

 

Uma das primeiras coisas que eu falo para todos os meus alunos e clientes é que você tem que comprar aquilo que você quer vender. Você tem que ser seu maior fã, e se você realmente acredita no produto que você criou, as coisas vão começar a dar certo. Digo isso porque o marketing, que é justamente como você vai levar o seu produto até o público consumidor vai ter um papel crucial aí e quando você ACREDITA no seu produto, você sabe que é só questão de colocá-lo ao alcance do público.

 

Em um livro, você tem muito mais liberdade para dizer o que personagens estão sentindo e pensando. Você pode descrever melhor as paisagens e até mesmo se aprofundar no mundo da história. Literatura é uma mídia muito mais livre, nesse sentido, mas sem o auxilio visual, são as palavras que têm a responsabilidade de comunicar a emoção e os conflitos da história. Sabe aquela sua idéia que seria cara demais se fosse um filme? Ela daria um ótimo livro.

 

Por isso eu tenho algumas dicas para autores independentes que estão prontos para colocar seu produto a prova do mercado. mas atenção porque nada vem fácil. É preciso muito trabalho e força de vontade.

 

1. Não tenha pressa de lançar o produto. Como eu falei, você tem que ser seu primeiro consumidor. Tenha certeza que o produto representa o seu MELHOR trabalho. Seu compromisso é o de entregar qualidade em troca do valor do livro, então capriche!

 

2. Revise, revise, revise. Digo por experiência própria. REVISE. Eu mesmo já cometi o erro de não revisar um produto e tive o maior trabalho pra consertar. Peça para aquele amigo que sempre falou bonito e escreveu bem. Não tem um amigo? Talvez você tenha que contratar um revisor. É aí que você tem que se perguntar o quanto você realmente acredita no seu produto? Você está disposto a investir grana do seu bolso na frente para recuperar nas vendas? Um revisor não é tão caro e se você me perguntar, eu diria que é um investimento inteligente a se fazer.

 

3. Evite editoras. Se Auto-publique! Editoras nada mais são do que um intermediário entre você e seu público e hoje, graças a internet, você pode alcançar seu público diretamente. Outra razão é que nas editoras, você, o autor fica com a menor fatia do valor de capa do livro, o que é no mínimo injusto. Por isso, mais uma vez, se você confia no seu taco, se auto-publique e garanta toda a renda oriunda do seu trabalho para si.

 

4. Crie uma estratégia de lançamento. Quanto vai custar o seu livro e quantos livros você vai precisar vender para pagar uma tiragem física? Digamos que você encontrou uma gráfica que te cobrou R$ 1600 por 100 cópias do seu livro. R$ 16 por livro. Digamos que você venda a versão digital pelo mesmo preço de custo. isso significa que você precisa vender 100 cópias iniciais para pagar por uma tiragem de mais 100 cópias impressas. É o dobro do trabalho, mas quem quer, faz. Se você puder investir, invista e pule logo para a próxima dica.

 

5. Envie cópias físicas do seu livro, de preferência autografadas e com dedicatória, para alguns blogueiros, book reviewers, jornalistas e pessoas que tenham influência dentro do seu público-alvo. Lembre-se que esses profissionais vivem de recomendar bons livros. Eles QUEREM encontrar um bom livro para recomendar. Coloque o seu na frente dele.

 

6. Produza Eventos de Lançamento e Noites de Autógrafos. Pode parecer coisa pra gente famosa, mas ninguém é capaz de vender melhor uma história do que o próprio autor. Convide uns amigos, ofereça uns petiscos, uns drinques. Você não tem idéia como esse tipo de evento dá certo. Você tem a chance de convidar parentes, amigos, jornalistas, fotógrafos, blogueiros. Vai ter a chance de falar diretamente pra essa galera sobre o seu livro. Vai interagir um pouco com todo mundo, assinar umas cópias, vender outras, além de gerar um buzz em torno do seu livro e do seu nome.

 

7. Disponibilize seu livro em vários formatos e plataformas. Seu objetivo é levar o seu livro até o seu público, fazer com que eles saibam que ele existe e isso exige esforço tremendo, ou um certo investimento.

 

8. Escreva um livro por ano. Quanto mais produtos você disponibiliza pro seu público, mais você o segura. A maior virtude de um bom storyteller é a capacidade de criar frequentemente. Portanto crie metas e cumpra-as.

 

Acredito que com essas oito dicas você consegue atingir resultados satisfatórios em sua experiência de auto-publicação, mas apesar de tudo lembre-se sempre:

 

Qualidade Importa!

 

Até a próxima!

 

 

 

 

Please reload

O MELHOR PONTO DE PARTIDA

PARA NOVOS ROTEIRISTAS

Contato

Av. Bernardo Vieira de Melo, 2143 lj 07 

cxpst 023, Jaboatão dos Guararapes-PE

54410-010

roteiristaempreendedor@gmail.com

  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram

© Copyright 2015 Roteirista Empreendedor

Labonia Photo & Video LTDA. - www.roteiristaempreendedor.com

Contato Imprensa e Apoio - roteiristaempreendedor@gmail.com