O que a Netflix busca em uma produção original brasileira?



Vender um roteiro ou até mesmo ter a oportunidade de apresenta-lo para grandes produtoras e para plataformas de streaming são o sonho de qualquer roteirista, principalmente de quem está começando. Quem nunca se pegou imaginando como seria participar de uma reunião com as/os responsáveis pela grade de conteúdo da Netflix, que atire a primeira pedra.


Falando por mim, posso dizer que eu estava obcecada, passava 80% do meu tempo falando sobre apresentar projetos para a Netflix e nos outros 20% eu torcia para alguém falar sobre, para eu falar mais. Então foi com muita surpresa e um mini infarto que eu recebi um convite para participar de uma reunião com a, wait for it, Netflix. A princípio, pensei que fosse trote. Não era. A atividade fazia parte da programação do V ROTA que aconteceu este mês.


Não, infelizmente, ninguém apresentou projetos. Eu e mais vinte roteiristas tivemos o privilégio de ouvir o que as/os gerentes de conteúdo estavam buscando no que diz respeito à conteúdo original. O que, de certa forma, foi melhor do que apresentar um projeto. Saber o que uma plataforma de streaming do tamanho da Netflix espera de nós roteiristas, é fundamental para que possamos entender melhor o mercado.


Antes de mais nada, é preciso considerar que a Netflix atinge um perfil demográfico bastante amplo. Sendo assim, eles investem em produções originais que consigam se comunicar com o maior público possível. Uma dica infalível que eu ouvi foi: estude os produtos que estão no TOP 10 da semana. Para entender o que a empresa quer, comece entendendo o que prende o espectador na plataforma. Exemplos brasileiros de sucesso como a série “Sintonia” e o filme “Tudo bem no natal que vem” precisam ser levados em consideração e eu já coloquei os dois na minha lista.


Se o seu projeto já está pronto, leia, releia e observe se há clareza no gênero, se a premissa da série ou filme é clara, se tem uma boa estrutura, se a/o protagonista tem um problema claro que possa gerar identificação com o público, se os personagens secundários estão bem escritos e se os personagens sofrem transformações. Caso você ainda não tenha um projeto, tenha estas questões em mente quando for escrever um.


A Netflix busca histórias autênticas, abrangentes, originais e com cara de Brasil. Para isso você precisa se perguntar “Por que essa série só podia ser brasileira? ”. O seu trabalho precisa trazer a sensação de pertencer a uma cultura. A história precisa ser boa. Universo e tema são muito importantes, mas você precisa estar ciente de que eles não são a história. O universo precisa ser claro e o tema também, mas nunca os coloque à frente do personagem. Se o seu trabalho for uma narrativa seriada, tenha em mente que você precisa de um tema central para a série, um tema para a temporada e um tema por episódio.


No que se refere a gêneros, as comédias são bem-vindas em seus mais diversos formatos. Romance/melodrama de pegada mais novelesca (soapies) também estão em alta, basta ver o sucesso da série “Coisa mais linda”. Conteúdos Kids and Family, aqueles que podem ser assistidos por toda a família como “Chiquititas” e “As Aventuras de Poliana”, tem feito muito sucesso. Produtos para jovens adultos também são muito valorizados e você pode assistir Sintonia ou Elite para entender um pouco mais a respeito.


Atente-se para o fato que gêneros como documentário, drama social, drama histórico, super sci-fi, terror e produtos que tenham uma pegada muito forte de fantasia não são o que a Netflix procura no Brasil. Dramédia, que é um gênero que conquistou o público internacional graças ao sucesso das séries Fleabag e I may destroy you, não tem tanta força junto ao público brasileiro que ainda está se adaptando à proposta, por isso dramédias muito nichadas ainda não tem vez. Esqueça os procedurais puros e as narrativas cujo o tema seja, explicitamente, a política brasileira.


Em síntese, busque entender o que toca o público brasileiro, atente-se para a saúde da estrutura narrativa, crie histórias que tenham protagonistas fascinantes, escreva uma logline cativante e uma sinopse objetiva. Caso você já tenha feito tudo isso, a melhor maneira de apresentar o seu projeto para a empresa ainda é através de produtoras e de rodadas de negócio, portanto, participe de festivais de roteiro.


Boa sorte, so long, and thanks for all the fish!

O MELHOR PONTO DE PARTIDA

PARA NOVOS ROTEIRISTAS

Contato

Av. Bernardo Vieira de Melo, 2143 lj 07 

cxpst 023, Jaboatão dos Guararapes-PE

54410-010

roteiristaempreendedor@gmail.com

© Copyright 2015 Roteirista Empreendedor

Labonia Photo & Video LTDA 16.722.838/0001-29

Todos os produtos e serviços online são entregues imediatamente.

www.roteiristaempreendedor.com

Contato Imprensa e Apoio - roteiristaempreendedor@gmail.com

  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram